28 de nov de 2010

HUMBERTO DE CAMPOS PELA PSICOGRAFIA DE CHICO XAVIER

Os Ensinamentos do Irmão X, pela psicografia de Chico Xavier, deram a tônica da palestra da noite, pelo conferencista Claudio Emanuel, de Salvador (BA). As obras do espírito Humberto de Campos foram objetos de belissímas reflexões por parte do expositor que, certamente, agradou ao bom público que se fez presente ao quarto dia da nossa Semana Espírita, edição 2010.
Acompanhe abaixo alguns momentos desta noite de ensinamentos e luz:


27 de nov de 2010

AS CARTAS CONSOLADORAS NA TERCEIRA NOITE DA SEMANA ESPÍRITA....

A dor da perda de um ente querido faz as pessoas buscarem um contato com os desencarnados. A psicografia foi a forma de ajuda a este anseio de milhões de mães que buscavam o consolo de ter notícias de seus filhos, por exemplo, e foram consoladas por Chico Xavier.
Chico Xavier e o Correio do Além foi o tema explorado de forma emocionante e reflexiva pela palestrante Abigail Guimarães, da cidade de Vitória da Conquista (BA), na terceira noite da Semana Espírita. Uma palestra que encantou o público que lotou o auditório da ACIJA, emocionando a todos.
Também foi iniciada a VII Semaninha Espírita, dirigida ao público infanto-juvenil, que participaram de atividades pedagógicas enquanto seus pais ouviam a bela palestra de Abigail.
Veja abaixo alguns destes momentos de luz e emoção:

O MUNDO ESPIRITUAL NO SEGUNDO DIA DA SEMANA...

André Luiz e o Mundo Espiritual foi o tema abordado pelo confrade Marcel Mariano, de Salvador (BA), na segunda noite da Semana Espírita. Uma palestra maravilhosa. Conceitos espíritas da desencarnação, da erraticidade e uma leitura do mundo espiritual nos trazido pelo espírito André Luiz, na psicografia de Chico Xavier, enriqueceram a conferência da noite. Além de Chico, Kardec também se destacou na reflexão sobre a Morte e o Mundo espiritual. A obra Nosso Lar também foi enfocada durante a noite. Assim foi mais uma noite de luz e conhecimento durante a 23ª Semana Espírita de Jacobina.
Acompanhe abaixo, nas imagens, alguns dos momentos desta inesquecível noite:

24 de nov de 2010

TEVE INÍCIO A SEMANA ESPÍRITA DE JACOBINA

Uma noite de conhecimento e luz, assim foi a abertura da 23ª Semana Espírita de Jacobina (BA), que terminou agora há pouco. As 20hs, tivemos o Momento musical com Gean. Em seguida, após a prece de abertura e sorteio de alguns brindes pela mestre de cerimônia Lala, tivemos a oportunidade de rever e ouvir o nosso companheiro e amígo da lide espírita, hoje radicado na cidade de Juazeiro (BA), Itamar Muritiba, que nos fez refletir no tema da noite: Emmanuel: Interpretação do Evangelho.
A palestra de abertura foi transmitida ao vivo pela Jacobina FM (99.1) - http://www.jacobinafm.com.br/ A rádio também transmitirá o encerramento da Semana no domingo (28), no mesmo horário.
Um excelente público quase lotou o auditório da ACIJA, local do evento. Antes, durante e após a palestra de cada noite, temos a disposição do público presente, a nossa 23ª Feira de Livros espíritas, com obras importantes e esclarecedoras do Espiritismo, bem como a nossa cantina com deliciosos salgados, bolos, tortas e refrigerantes.
Amanhã tem mais. Veja abaixo alguns momentos da primeira noite da Semana Espírita:















































11 de nov de 2010

23a SEMANA ESPÍRITA DE JACOBINA-BA


Está chegando. De 24 a 28 de novembro, no auditório da ACIJA, acontecerá a 23ª SEMANA ESPÍRITA DE JACOBINA (BA). Tema central: CHICO XAVIER: 100 ANOS DE AMOR. Confira a programação:

23ª FEIRA DE LIVROS ESPÍRITAS

VII SEMANINHA ESPÍRITA - De 26 a 28/11

MOMENTOS MUSICAIS

EXIBIÇÃO DO FILME: CHICO XAVIER - Sábado (27) às 16hs.

PALESTRAS - 20 horas

24 - QUARTA-FEIRA - ITAMAR MURITIBA (JUAZEIRO-BA)

Tema: Emmanuel: Interpretação do Evangelho

25 - QUINTA-FEIRA - MARCEL MARIANO (SALVADOR-BA)

Tema: André Luiz e o Mundo Espiritual

26 - SEXTA-FEIRA - ABIGAIL GUIMARÃES (VITÓRIA DA CONQUISTA-BA)

Tema: Chico Xavier e o Correio do Além

27 - SÁBADO - CLAUDIO EMANUEL (SALVADOR-BA)

Tema: Os Ensinamentos na Obra do Irmão X

28 - DOMINGO - ANDRÉ LUIZ PEIXINHO (SALVADOR-BA)

Tema: Chico Xavier: 100 Anos de Amor

7 de nov de 2010

ESPIRITIZAR, QUALIFICAR, HUMANIZAR


“Joanna de Ângelis, fazendo uma análise da nossa Casa, o Centro Espírita Caminho da Redenção, faz três anos, propôs-nos novas diretrizes para o Centro Espírita onde mourejamos. Essas diretrizes ela apresentou em três verbos: Espiritizar, Qualificar, Humanizar. Pode parecer um absurdo espiritizar o Centro Espírita e um tanto paradoxal. No entanto, há Centro Espírita que só tem o rótulo mas não tem espiritismo. Vamos por partes, porque é muito delicado. Fui convidado a proferir uma conferência em um Centro Espírita no sul do país. Normalmente, quando recebo convite, não atendo, porque pode ser entusiasmo da pessoa. No segundo convite eu digo: “para o ano, volte a escrever.” Isso é para ver se a pessoa está mesmo interessada. Para o ano a pessoa volta a escrever e eu digo: “para o ano, na programação, nós vamos agendar.” E, naquela Casa, fui postergando por um período de seis a oito anos, por falta de tempo, até que o presidente insistiu tanto que fiquei constrangido e dei um jeito. Disse-lhe, na carta: “mande-me as datas que lhe são ideais e eu escolherei aquela compatível com minha programação.” Estabelecemos a data e por seis meses correspondemos-nos e tudo foi muito bem.
No dia marcado cheguei à cidade e fui a uma bela instituição. Edifício monumental. Uma grande sala. Quando cheguei à porta, fui recebido por uma comissão muito gentil e estabeleceu-se o seguinte diálogo: - Senhor Divaldo, o Presidente pede desculpas por não ter podido vir receber o Senhor. Eu disse: “é muito natural, não há problema.” - Aqui está o Vice-Presidente, o Secretário, o Tesoureiro, e nós desejamos recebê-lo, porque o nosso Presidente está, no prédio vizinho, fazendo cromoterapia. Eu não sabia que ele era cromoterapeuta,” falei. “Ele é profissional, naturalmente?” - “Não! Ele é espírita”, responderam-me. - Deixe-me ver: ele é o Presidente do Centro e é o presidente da cromoterapia? Ele me convidou para vir aqui durante oito anos. Marcou a data e foi fazer a cromoterapia! - É porque a cromoterapia é muito importante. Está salvando milhares de vida. - Que graça! Eu sempre pensei que o Espiritismo está salvando milhões de vidas. Será esta a imagem de um Centro Espírita? Em absoluto. O Centro Espírita não tem que se envolver com nenhuma terapia alternativa. É até um desrespeito, porque o cromoterapeuta é alguém que estudou. Ele tem sua clínica e o Centro Espírita não se pode transformar numa clínica alternativa. É lugar de transformação moral do indivíduo, onde se viaja ao cerne do problema para arrancá-lo.
Se transformarmos um Centro Espírita em uma clínica, para lá vão pessoas aturdidas. Qualquer coisa esdrúxula que anunciemos no jornal haverá uma massa incontável que adere por necessidade de pedir socorro. Mas o Espiritismo não ilude, não mente e nem posterga a ação, porque ele é herança de Jesus. E Jesus, com todo o amor, dizia a verdade. Seja o nosso falar: sim, sim, não, não, conforme Ele o fazia. Não iremos dizer de forma grotesca ou agressiva, mas iremos dizer de uma forma verdadeira. É melhor, às vezes, perder o amigo agora porque não conivimos e o termos depois, do que o apoiarmos e o perdermos em definitivo, quando ele notar a nossa fraude.
Espiritizar: Então, Joanna de Ângelis manda Espiritizar. Tenho ouvido oradores em casas Espíritas apresentarem temas maravilhosos, mas que não são nada espíritas. Temas que podem narrar no Rotary, na Maçonaria, no Lions, numa reunião social. Na Casa Espírita pode-se abordar qualquer tema, à luz do Espiritismo. Fazer as conotações espíritas. Se aconteceu uma tragédia na cidade vamos examiná-la, à luz do Espiritismo. Está no momento da clonagem. Vamos falar sobre clonagem, à luz da Doutrina Espírita. Está nos noticiários a corrupção. Vamos falar sobre a corrupção e a terapia Espírita. Infelizmente não está ocorrendo isso. Convida-se, às vezes, oradores admiráveis, fascinantes, porém, totalmente deslocados. Palestras que se pode ouvir em qualquer lugar. Na Casa Espírita vão as pessoas atormentadas, buscando consolação, com a alma despedaçada pela morte de seres queridos e, se ouvem uma coisa que nada tem a ver com a proposta da Doutrina Espírita, saem desoladas. Agindo assim, estaremos fraudando a proposta do Espiritismo. Temos visto congressos espíritas - não é crítica, é análise – em que se aborda Terapia pela dança. É uma maravilha. Mas não num congresso espírita. Vamos fazer isso num congresso de Yoga, que respeitamos muito, ou num congresso de psicoterapia e então coloquemos música, metais, cristais, mas não num congresso espírita. Ah! É porque nossos irmãos estão doentes, justificam. Nesse caso, falemos das causas das doenças. Das causas anteriores das aflições. Das causas atuais das aflições. A terapia da dança podemos encontrar em qualquer setor do mundo social, respeitável e nobre. Mas quando vamos à Casa Espírita, esperamos encontrar a proposta espírita. O Centro Espírita tem que ser o lugar de Doutrina Espírita. Daí o Centro Espírita tem que ser espiritizado. É a proposta de Joanna de Ângelis.
Qualificar: A segunda vertente de sua proposta é Qualificar. Vivemos hoje a época da qualidade total. Qualificação é indispensável. Nós, às vezes vamos à Casa Espírita com nossos hábitos ancestrais, o que é natural. Mas o fato de entrarmos na Casa Espírita não muda nossa existência. Levamos a nossa qualificação muitas vezes empírica, singela, e vamos exercer certas funções para as quais não estamos qualificados.

Divaldo Pereira Franco